Anúncios
Assinatura RSS

Arquivo da tag: COM

Programa com Claudiney Prieto todas as quartas

Publicado em

A partir dessa quarta-feira(28/07) estarei realizando uma série de programas através da TV Biosegredo que têm o intuito de ser um ponto de encontro com os profissionais e pessoas que estarão conosco na MYSTIC FAIR BRASIL.

O programa será um batepapo descontraido e informativo, onde vocês ficarão por dentro de todas a novidades da MYSTIC FAIR e poderão conhecer desde já alguns dos temas que serão abordados nas palestras, oficinas, vivências e salas temáticas do evento.

Cada semana teremos uma entrevista fascinante e cheia de informações interessantes, que aumentarão seus conhecimentos e ampliarão sua visão sobre o fascinante universo da espiritualidade.

Então fiquem conectados:

TODAS AS QUARTAS E SEGUNDAS-FEIRAS ÀS 17H
NA TV BIOSEGREDO EM WWW.BIOSEGREDOTV.COM.BR

O programa é ao vivo e os internautas podem interagir e fazer suas perguntas através do Chat.

Conto com a audiência e participação de todos vocês.

Bênçãos,
~Claudiney Prieto

PARTICIPE DA MYSTIC FAIR BRASIL – A MAIOR FEIRA MÍSTICA E ESOTÉRICA DO BRASIL!
Dias 09 e 10 de Outubro de 2010
Informações: http://www.mysticfair.com.br

Anúncios

Halloween ou Samhain?

Publicado em

O halloween é um das poucas tradições pagãs que sobreviveu a vertente cristã e ao que se deu como a “caça as bruxas”.

Para entender melhor o significado do que comemoramos nesse dia vamos ter que voltar ao nosso passado onde nossos ancestrais mais remotos eram politeístas e tinham como base o culto ao feminino, e uma Deusa e um Deus dividiam o mesmo espaço da criação.

Nesse tempo os deuses regiam todos os fenômenos naturais e cada elemento era representado por uma criatura.

Não haviam demônios ou seres malígnos no universo, o mal era uma característica totalmente humana, permitida pela lei do livre arbítrio colocada para nós pela força maior da Criação, e por ser a força da criação era feminina e por tanto chamada de a Grande Mãe ou Deusa.

Para celebrar as dádivas que nos eram oferecidas, criamos as festas que marcavam as estações do ano, que no começo eram apenas 3 para os antigos Celtas e mais tarde foram modificadas para refletir o que temos hoje em dia.

Essas festas eram conhecidas como Sabás e nelas eram praticadas oferendas aos deuses e as entidades que regiam cada estação em que nos encontrava, regadas a bebidas e comida em fartura. Neste ponto nasceu a falsa idéia sobre esses festivais pois as sociedades mais primitivas chegavam a fazer sacrifícios aos deuses como forma de gratidão e muitos rituais de fertilidade incluiam relações sexuais entre os sacerdotes e sacerdotisas, mas o que se buscava realmente era a fertilidade do solo para se ter uma colheita farta e não a fertilidade humana.

Esta prática não perdurou por muito tempo, não chegando nem perto da Idade Média onde se constituiu o mito da Bruxa Má e a caça às mesmas.

O chamado halloween é o último desses festivais ou sabás pois marcava o final do ano para os antigos e era conhecido como Samhain (pronuncia-se SOUEN). Como rito de um final de ano de colheitas ele representava a morte do ano anterior e o nascimento de um novo ano de colheitas também.

A noite de Samhain é de muita alegria e festa, sendo comemorada com muito ponche, bolos e frutas e no limiar entre o dia e noite acreditasse que o véu entre os mundos naturais e espirituais se torna mais tênue, facilitando a comunicação com os mortos, mas nunca com um sentido de falar com eles e sim emanar energias e mensagens de paz e harmonia.

Essa idéia de morte foi o que fez do chamado halloween o que ele é hoje, uma festa sobre monstros, bruxas más e coisas tenebrosas, o que é uma infelicidade pois a data marca uma morte simbólica de toda a natureza e do próprio ser humano para renascer no ano seguinte, fechando o ciclo da natureza que para nós bruxos é conhecido como a Roda do Ano.

As abóboras eram usadas para espantar espíritos ruins que pudessem assombrar as pessoas quando o véu entre mundo se atenuava, a maçã consumida neste dia era o símbolo da vida eterna e a cidra a bebida da época.

Agora que você entende melhor um pouco sobre esta tradição que sempre sofreu com as idéias erradas de pessoas que falavam sobre bruxas e nem ao menos as conheciam, esqueçam os narizes com verrugas, os voôs em vassouras e as maldades dos filmes e abram a mente para uma nova semente que nasceu no coração da nossa civilização e que é uma forma de se harmonizar e festejar a a mãe natureza: a magia!

Leia essa reportagem no site WWW.PLANETADAMULHER.COM.BR

%d blogueiros gostam disto: